Você está lendo:

Vilões da performance de sites em WordPress

Sobre:
Vilões da performance de sites em WordPress

Para um site em WordPress mais rápido, precisamos conhecer e saber identificar os vilões da performance e como eles prejudicam a velocidade de carregamento das páginas.

Leandro Vieira
Problemas de performance em sites mobile e desktop

Para deixarmos um site em WordPress mais rápido, precisamos conhecer e saber identificar os vilões da performance e como eles prejudicam a velocidade de carregamento das páginas. O PageSpeed Insights conhece bem esses vilões e nos ajuda a identificá-los.

Os vilões da performance de sites em WordPress

Alto tempo de resposta do servidor

Um dos grandes vilões da performance é o tempo de resposta do servidor. Esse tempo não pode ultrapassar 200 ms. O tempo de resposta do servidor mede quanto tempo ele leva para carregar o HTML necessário para começar a processar a página, subtraindo o tempo de latência do Google e seu servidor.

Mais de um redirecionamento

Minimize o número de redirecionamentos do seu site em WordPress. Os redirecionamentos adicionam tempo de latência no envio dos dados, fazendo com que o usuário tenha que aguardar mais tempo até o carregamento de uma página. Se uma página tiver mais de um redirecionamento, sua performance estará comprometida.

Falta de compactação HTTP

Quando os recursos compatíveis da página não são transferidos com a compactação HTTP, a performance da página será mais baixa. A compactação reduz a quantidade de tempo exigida para fazer o download dos recursos necessários para processar seu site e melhora o tempo de carregamento da página.

Não otimização de imagens

Um dos vilões da performance mais encontrados é o da otimização de imagens. Uma correta formatação e compactação das imagens pode economizar muitos bytes de dados, poupando tempo para os usuários com conexões lentas e grana para os usuários com planos de dados limitados.

Falta de cache do navegador

Quando a resposta do servidor inclui cabeçalhos explícitos de armazenamento em cache ou se os recursos são especificados para ser armazenados em cache por um curto período de tempo, esse vilão pode estar reduzindo e muito a performance do seu site.

Falta de redução de recursos (HTML, CSS e JavaScript)

Reduza o tamanho dos seus recursos. Elimine bytes desnecessários, como espaços extras, quebras de linha e recuos. A compactação desses recursos aceleram o download, a análise e o tempo de execução.

Muitas inclusões de CSS

Esse vilão é identificado quando existem muitas inclusões de folhas de estilo externas, que bloqueiam o processamento e atrasam a exibição do conteúdo.

Falta de priorização do conteúdo visível

Quando a quantidade de dados necessários para exibir o conteúdo visível da página exigir o envio de dados adicionais entre o servidor e o navegador do usuário, a performance do seu site, principalmente em redes móveis, estará comprometida.

JavaScript de bloqueio de renderização

Um outro grande vilão da performance é quando o HTML da página referencia a um arquivo JavaScript externo de bloqueio na região acima da dobra, fazendo com que ele adicione um movimento de ida e volta na rede, atrasando o processamento da página.

Não utilização de scripts assíncronos

Usar scripts assíncronos melhora a velocidade de processamento da página. É possível dessa forma fazer o download do script em segundo plano, melhorando o tempo de processamento.

Combatendo os vilões da performance

Para combater os vilões da performance de sites em WordPress, é necessário muita cautela e experiência. Faça sempre backup antes de iniciar um novo combate e garanta que todas as funcionalidades do seu site se mantenham intactas após a vitória.

Tornar um site em WordPress mais rápido é uma longa batalha entre as melhores práticas de desenvolvimento, WordPress e o PageSpeed Insights. No fim, o resultado é sempre muito satisfatório.

Se você gostou desse artigo sobre WordPress Performance, provavelmente vai gostar de:
Mais posts como este