Você está lendo:

Importar conteúdo de outra aplicação web para o WordPress

Sobre:
Importar conteúdo de outra aplicação web para o WordPress

A utilidade de saber importar conteúdo para o WordPress: as pessoas mudam de sistema, claro que sem perder o que já criaram em seus sistemas antigos.

redacao

A importação para o o WordPress acontece quando se decide migrar de sistema de publicação. Seja qual for o motivo, as pessoas mudam de sistema, claro que sem perder o que já criaram em seus sistemas antigos. É ai que está a utilidade de se importar conteúdo – e saber também exportar dados – para o WordPress.

O WordPress atualmente suporta a importação de dados na forma de postagens (artigos) para a maioria das plataformas de publicação disponíveis.

Em Ferramentas → Importar no painel WordPress ficam algumas ferramentas comuns para importar dados de sistemas populares.

Os usuários de um sistema de blogs que não está listado aqui e que desejem mudar para WordPress são convidados a pedir ajuda no Fórum WordPress Brasil.

Para ajudá-lo a entender as diferenças entre WordPress e os softwares existente, nós recomendamos que você leia o artigo Características do WordPress.

Antes de importar

Se o arquivo exportado é muito grande, o script de importação pode chegar ao limite de memória configurada para PHP do seu servidor.

Uma mensagem como “Erro fatal: Tamanho permitido de memória 8388608 bytes esgotado” indica que o script não conseguiu importar o arquivo XML com o atual limite de memória do PHP. Se você tiver acesso ao arquivo php.ini, você pode manualmente aumentar o limite, se não for possível (a sua instalação do WordPress é hospedado em um servidor compartilhado, por exemplo), você terá que fracionar o arquivo XML em vários pedaços menores e executar o script de importação um de cada vez.

Se o processo de importação for executado novamente com o mesmo arquivo de dados depois de parar de repente no meio, poderá resultar em dados duplicados, perda de dados ou outros erros no banco de dados.

Para aqueles com hospedagem compartilhada, a melhor alternativa (senão a única) é consultar o suporte do serviço de hospedagem para determinar a abordagem mais segura para executar a importação. Algumas empresas podem estar disposta a aumentar temporariamente o limite de memória e/ou executar o processo diretamente por você.

O plugin WordPress Importer Extended permite importar o arquivo hospedado no próprio servidor, o que agiliza bastante esse processo, ou seja, após obter o arquivo de importação, basta enviá-lo para seu servidor sem que o script tenha que fazer donwload a partir de seu computador.

Como importar conteúdo de cada plataforma para o WordPress

Fonte: WordPress Codex

Se você gostou desse artigo sobre Infra para WordPress, provavelmente vai gostar de:
Mais posts como este