Entenda o recurso da REST API no WordPress

Com a REST API é possível acessar os dados de um site WP a partir de requisições JavaScript em aplicativos mobile e desktop, por exemplo.

A REST API do WordPress criará um universo sem precedentes para seu ecossistema. Com a chegada da versão 4.4 da plataforma o recurso iniciou seu processo de integração ao core do CMS mais popular do mundo.

O que é a REST API do WordPress

WP REST API

A REST API é uma forma simples, flexível e poderosa de acessar os dados de um site WordPress externamente a partir de requisições JavaScript em aplicativos mobile, desktop, plugins ou temas WordPress. Na verdade é uma possibilidade incrível de qualquer aplicação desenvolvida em qualquer linguagem se integrar a algo desenvolvido com base no WP.

Os dados possíveis de serem acessados através da REST API são diversos:

  • Posts;
  • Meta informações de Post;
  • Termos associados a Post;
  • Revisões de Posts;
  • Páginas;
  • Mídia;
  • Tipos de Posts;
  • Status de Posts;
  • Comentários;
  • Taxonomias;
  • Termos;
  • Usuários.

A REST API versus as atuais API do WordPress

O WordPress tem APIs incríveis. Mas a REST API chega com um propósito bem específico, claro e fundamentado com o uso moderno dos navegadores de internet e os dispositivos móveis através de uma interface moderna baseada em REST e sua entrega de dados serializados através de JSON, um formato leve e largamente suportado.

Se você não é familiarizado com o assunto, o JSON é um acrônimo para JavaScript Object Notation, ou seja, ele é um subconjunto do JavaScript e planejado para o intercâmbio de dados. O formato é fácil para humanos ler e escrever, assim como é fácil para máquinas analisar e gerar.

Já o REST é um acrônimo para Representational State Transfer e é um grupo das melhores práticas a acerta do protocolo HTTP.

A REST API versus o XML-RPC

Para que aplicações desktop pudessem criar e editar posts de blog no WordPress foi implementado na plataforma o XML-RPC. RPC é um acrônimo para Remote Procedure Calls, uma forma de chamar funções externamente.

XML é verboso e consome memória significativamente; JSON é conciso e se dá bem com o consumo de memória. REST API é moderno; XML-RPC foi desenvolvido em 1998. A serialização no XML é problemática; no JSON é simples e usa uma sintaxe nativa do JavaScript.

JSON é poderoso; XML também. No entanto,

O suporte para entidades e DOCTYPEs personalizados no XML é problemático e sua análise pode causar problemas e brechas de segurança, incluíndo sérios gargalhos e a exploração de XXE.

Referências sobre a REST API do WordPress

Abaixo links importantes para você se aprofundar mais sobre a REST API do WordPress e por conseguinte explorar todo o potencial que ela poderá oferecer aos seus projetos.

Saiba tudo sobre a versão 4.4 do WordPress