Você está lendo:

O funcionamento do WordPress e sua extensibilidade

Sobre:
O funcionamento do WordPress e sua extensibilidade

Você conhece o funcionamento do WordPress? Para ir além é preciso conhecer e compreender a plataforma mais popular do mundo.

Leandro Vieira
Funcionamento do WordPress

O WordPress é a plataforma mais popular. Seu sucesso é crescente e contínuo há anos. E essa popularidade tem uma trilogia nada secreta por trás: seu core, mecanismo de plugins e temas.

Conhecer bem o funcionamento do WordPress nos permite ir além e explorar todo o potencial da sua extensibilidade.

Como funciona o WordPress

Conhecer bem uma plataforma é a condição básica para ter ela do seu jeito. Para conhecer bem o funcionamento do WordPress é preciso analisar suas partes para uma melhor compreensão do todo.

Vamos analisar inicialmente três elementos:

  1. Core;
  2. Banco de dados;
  3. Painel administrativo.

Visão geral do Core

Em hipótese alguma o Core deve ser editado. Para quem não conhece a plataforma já pensa em limitação. Mas devido um mecanismo inteligente de ganchos (hooks) divididos em Ações (Actions) e Filtros (Filters) é possível fazer absolutamente qualquer coisa sem mexer no Core do WP.

Ao longo da sua trajetória o Core foi ganhando cada vez mais ganchos e aumentando sua capacidade de ganhar novas implementações mantendo-o intacto.

O crescimento dos hooks no core do WordPress
Fonte: http://adambrown.info/p/wp_hooks

Visão geral do Banco de dados

A instalação padrão do WordPress requer apenas 11 tabelas em um banco de dados MySQL. Com o conceito de metadata para Usuários, Posts/Páginas, Comentários e Termos é possível fazer muita coisa sem a necessidade de novas tabelas.

Novas tabelas é possível de serem agregadas e a plataforma conta com uma classe para facilitar a comunicação com o banco de dados.

Esquema do banco de dados do WordPress
Fonte: https://codex.wordpress.org/Database_Descriptionore

Visão geral do Painel Administrativo

O Painel do WordPress é a interface de gestão dos projetos baseados no WP. Através desse painel os usuários gerenciam suas informações de forma visual e organizada.

A interface é personalizada para cada usuário. A gestão dos diversos elementos – Posts, Páginas, Comentários, Usuários, Temas, Plugins e Opções – são similares para um aprendizado rápido e simples.

Painel do WordPressPor trás das cenas o Core se comunica com o banco de dados para consulta, inserção, edição e exclusão de informações geridas no painel.

Como o WordPress ganha super poderes

Através da trilogia: Core, Plugins e Temas. Essa tríade se completa e quando bem utilizada agrega super poderes a plataforma.

O Core da plataforma é extensível. E sua flexibilidade permite levar o WordPress a usos inimagináveis. Sua API é explorada cada vez mais por plugins e os temas representam visualmente a robustez e inúmeras capacidades de uso do CMS.

Plugins

O diretório de plugins do WordPress.org atualmente disponibiliza mais de 47 mil, e contando, que ao todo já alcançaram mais de 1 bilhão de downloads. São números expressivos.

Os plugins podem ser simples, ou complexos. Podem ser despretensiosos, ou negócios robustos. Podem ser gratuitos, ou pagos. Podem ser de um único arquivo, ou de centenas. Podem adicionar funcionalidades, ou remover algumas delas.

Todo o potencial da API da plataforma pode ser explorada por plugins para agregar novas funcionalidades ao core ou definir novos comportamentos. Bem como atuar na estrutura de banco de dados para a criação de novas tabelas ou alteração do schema padrão. Com novas possibilidades a interface do Painel se molda para as novidades implementadas.

Temas

Assim como o Painel do WordPress é encarado como a interface utilizada para gerenciar todas as informações e conteúdos. Os Temas disponibilizam variados tipos de interface para os usuários dos projetos baseados em WP interagirem com o projeto em questão.

Há temas gratuitos, pagos ou desenvolvidos exclusivamente para um projeto. Há temas para finalidades diversas como blogs, portais, serviços SAAS e tudo que sua imaginação for capaz de desenhar.

A extinção dos Temas WordPress

Com a chegada e uso cada vez mais frequente da REST API abre-se possibilidades de interfaces públicas de projetos baseados em WordPress sem a presença dos tradicionais Temas.

Nesse cenário o WordPress se encarrega de gerir as informações e se comunicar com interfaces diversas como aplicativos para celulares, robôs, elementos vestíveis e os mais variados tipos de dispositivos.

Podemos também ter os tradicionais Temas WordPress, porém sendo desenvolvidos com outro padrão e estrutura ao contrário do PHP para interação com o bando de dados. E sim com JavaScript, por exemplo, consumindo os dados através de uma comunicação REST.

A trilogia nada secreta do WordPress

Core, Plugins e Temas. Essa é a trilogia que tem contribuído para o sucesso do WP. Compreende-la se faz necessário por desenvolvedores e gestores que a utilizam no dia-a-dia.

Assim veremos cada vez usos incríveis e inimagináveis da plataforma bem como sua participação de mercado manter um crescimento estável e longíquo.

Se você gostou desse artigo sobre Desenvolvimento WordPress, provavelmente vai gostar de:
Mais posts como este